sábado, 6 de março de 2021

Adrlles Jorge: Política do isolacionismo atua como lavagem cerebral

O isolacionista é filho direto do cientificismo e espelha seu autoritarismo: um médico pode receitar oito horas de sono, uma alimentação saudável, não fumar, não beber. Recomendar, não obrigar. O isolacionista te obriga a se isolar. Como um médico que te obrigasse a não beber e não fumar e não comer gordura porque sua saúde prejudicada poderia prejudicar o sistema de saúde e arcar com custos para o Estado e o dinheiro do contribuinte.
Como um médico ensandecido que te proibisse de usufruir a vida em nome do coletivo, o isolacionista te proíbe de viver em nome de uma sobrevivência asséptica, sem cor, sem gente, sem vida, sem nada.
O isolacionismo é filho direito do globalismo. Um princípio moral de saúde pública que, em nome de um controle social, esmaga sua liberdade em nome de um falso bem-estar coletivo. Bem-estar que jamais chega. Pior: o isolacionismo nega o próprio bem estar. Aposta no desespero eterno. Com medo e desespero, sem entender que a vida tem um contingente de risco, aposta no pavor permanente do medo da morte. Qualquer palavra em contrário é considerada insensível.

E para os ouvidos ultrassensíveis do politicamente correto, que escamoteia verdades em nome de uma fragilidade do ofendido profissional, o isolacionismo é o novo cala boca da liberdade de expressão. Não por acaso, as redes sociais, uma boa parte de políticos e a grande mídia tentam escolher a dedo todos os especialistas que endossam o isolacionismo. Pensamento dissonante e holístico é massacrado e censurado. Angela Merkel escolheu especialistas isolacionistas para referendar suas práticas que não deram certo.

O governante isolacionista aposta na anticiência: em vez de pesquisas, as provas cabais sem estudo. Quando pesquisas reais mostram que 85% de confinados em Nova York foram contaminados ou que os países que mais se isolaram no mundo, como Argentina, Bélgica, Inglaterra, foram os piores em números de infectados e mortos, eles se calam. E calam quem tenta alertar para a verdade. Quando comprovam que 70% de mortos na Suécia, país que não se isolou ano passado, se encontravam em asilos, confinados, os isolacionistas silenciam.


O isolacionista infunde falsa pesquisa com desespero. Os vírus estão todos do lado de fora, berram. Não vivam. Não saiam. Sobrevivam quietos debaixo da ordem dos tiranos. O isolacionismo é um bálsamo para tiranos e maus gestores. Um péssimo gestor arruína a vida de uma pessoa, impedindo-a de trabalhar, e depois a faz agradecê-lo por ter falsamente salvado sua vida. Maus gestores isolacionistas são reeleitos por espectadores com cérebro massacrado pela tese mentirosa, repetida mil vezes, do isolacionismo.

É um mal que ataca, sobretudo, a arte, a forma lúdica de se pensar. Espetáculos, shows, teatros, cinemas desaparecem sob o império do medo covarde da seita. É proibida e vista como imoral qualquer tipo de diversão, sobretudo a que o faça pensar. Relações humanas são paralisadas. O toque vira um pecado mortal. Uma nova cepa, uma nova pessoa gripada, uma nova mutação, a ameaça de uma nova mutação, tudo faz com que o tirano isolacionista mate todo tipo de liberdade possível, tanto mais a liberdade de construção lógica de pensamento, por meio do encontro com outras pessoas, de encontro com a arte, de encontro com algo fora da caverna isolacionista.

Erro:
Jovem Pan > Opinião Jovem Pan > Comentaristas > Adrilles Jorge > Política do isolacionismo atua como lavagem cerebral
Política do isolacionismo atua como lavagem cerebral
Isolacionismo é o novo cala boca, que, em nome de um controle social, esmaga a liberdade em nome de um falso bem-estar coletivo – que jamais chega

Por Adrilles Jorge 06/03/2021 15h20
    
Neil Hall/EFE - 05/01/2021

Pesquisas mostram que Inglaterra teve alto índice de contaminados e mortos, apesar das restrições de circulação
O isolacionismo é uma seita materialista, o que é a tradução exata de uma ideologia. Ideologia é uma apreensão de ideias fixas que moldam uma realidade fictícia e falseada, sem complexidades. A ideologia isolacionista é uma seita sem deus, sem um principio de transcendência; uma ideologia que confina a cabeça de seu sectário em uma ideia única, obsessiva e errada: a de que trancar pessoas por tempo indeterminado salva vidas. Não interessa aos fanáticos dizer que pessoas trancadas em casa significa menos empregos, menos trabalho, menos comida, menos saúde mental, mais agressões domésticas, menos educação, mais miséria, mais fome e, sobretudo, mais mortes causadas pela soma de todos estes problemas. O sectário fanático vai continuar zurrando como uma besta que quem não se isola é assassino genocida. Para os sectários isolacionistas, o inimigo a ser combatido é o sujeito que tem uma visão holística da realidade. O isolacionista é filho direto do cientificismo e espelha seu autoritarismo: um médico pode receitar oito horas de sono, uma alimentação saudável, não fumar, não beber. Recomendar, não obrigar. O isolacionista te obriga a se isolar. Como um médico que te obrigasse a não beber e não fumar e não comer gordura porque sua saúde prejudicada poderia prejudicar o sistema de saúde e arcar com custos para o Estado e o dinheiro do contribuinte. Como um médico ensandecido que te proibisse de usufruir a vida em nome do coletivo, o isolacionista te proíbe de viver em nome de uma sobrevivência asséptica, sem cor, sem gente, sem vida, sem nada.


O isolacionismo é filho direito do globalismo. Um princípio moral de saúde pública que, em nome de um controle social, esmaga sua liberdade em nome de um falso bem-estar coletivo. Bem-estar que jamais chega. Pior: o isolacionismo nega o próprio bem estar. Aposta no desespero eterno. Com medo e desespero, sem entender que a vida tem um contingente de risco, aposta no pavor permanente do medo da morte. Qualquer palavra em contrário é considerada insensível. E para os ouvidos ultrassensíveis do politicamente correto, que escamoteia verdades em nome de uma fragilidade do ofendido profissional, o isolacionismo é o novo cala boca da liberdade de expressão. Não por acaso, as redes sociais, uma boa parte de políticos e a grande mídia tentam escolher a dedo todos os especialistas que endossam o isolacionismo. Pensamento dissonante e holístico é massacrado e censurado. Angela Merkel escolheu especialistas isolacionistas para referendar suas práticas que não deram certo. O governante isolacionista aposta na anticiência: em vez de pesquisas, as provas cabais sem estudo. Quando pesquisas reais mostram que 85% de confinados em Nova York foram contaminados ou que os países que mais se isolaram no mundo, como Argentina, Bélgica, Inglaterra, foram os piores em números de infectados e mortos, eles se calam. E calam quem tenta alertar para a verdade. Quando comprovam que 70% de mortos na Suécia, país que não se isolou ano passado, se encontravam em asilos, confinados, os isolacionistas silenciam.

O isolacionista infunde falsa pesquisa com desespero. Os vírus estão todos do lado de fora, berram. Não vivam. Não saiam. Sobrevivam quietos debaixo da ordem dos tiranos. O isolacionismo é um bálsamo para tiranos e maus gestores. Um péssimo gestor arruína a vida de uma pessoa, impedindo-a de trabalhar, e depois a faz agradecê-lo por ter falsamente salvado sua vida. Maus gestores isolacionistas são reeleitos por espectadores com cérebro massacrado pela tese mentirosa, repetida mil vezes, do isolacionismo. É um mal que ataca, sobretudo, a arte, a forma lúdica de se pensar. Espetáculos, shows, teatros, cinemas desaparecem sob o império do medo covarde da seita. É proibida e vista como imoral qualquer tipo de diversão, sobretudo a que o faça pensar. Relações humanas são paralisadas. O toque vira um pecado mortal. Uma nova cepa, uma nova pessoa gripada, uma nova mutação, a ameaça de uma nova mutação, tudo faz com que o tirano isolacionista mate todo tipo de liberdade possível, tanto mais a liberdade de construção lógica de pensamento, por meio do encontro com outras pessoas, de encontro com a arte, de encontro com algo fora da caverna isolacionista.

Leia também

Como Karol Conká, militantes se aproveitam de belas causas para endossar seus narcisismos
Toda epidemia tem um fim. E este fim se dá exatamente pelo contato expandido. Toda quarentena racional isola grupos de risco: idosos, pessoas doentes. Não o mundo. Mas nada disso ressoa no ouvido de um isolacionista. O único ponto de vista do sectário é fugir do vírus da morte. E gerar a morte em vida dos isolados. Agora, neste momento, após um ano de medidas fracassadas, um governador retoma o mesmo isolacionismo boçal e fanático que não poupou vidas, que disseminou a covardia e o medo, impediu a vida e travou boa parte da economia do país. E que piorou drasticamente a vida dos mais pobres, que precisam trabalhar, que precisam crescer para fugir da miséria. Os hospitais que deveriam ser melhorados, não foram. Qualquer palavra que se diga sobre a questão de empregos e vidas e economias e trabalhos dizimados é vista como insensível e insensata. A sensatez única do tirano isolacionista é gerar o medo em conjunto com a ruína. Se convencer a maior parte da população, se sagrará vencedor em cima de um entulho infinito de cadáveres, mortos de fome, miséria e desemprego. E outros tantos cadáveres vivos, zumbis hipnotizados pelo tirano isolacionista. Se o povo não reagir diante da tirania — e reagir vigorosamente —, é isto que seremos: um cemitério de zumbis isolacionistas presos nas covas de sua ignorância.

Vivemos no mais autoritário período da história. A política do isolacionismo, em nome de um pretenso humanismo sanitário, proíbe pessoas de se encontrarem, se expressarem, se tocarem, pensarem. Alguém que queira trabalhar, andar, se libertar, é visto como um assassino. A política do isolacionismo atua como lavagem cerebral que faz um lockdown na psique coletiva. Toda liberdade de ir e vir e de pensar livremente vira um gesto homicida. O indivíduo é esmagado pelo desespero imposto por autoridades que clamam por um bem comum que jamais chega. A maioria das pessoas deixa-se controlar e troca liberdade por segurança. No caso do lockdown imposto, trocam liberdade por desespero de uma medida que tira liberdade, não gera segurança e piora a situação. Deixar-se controlar agora é deixar-se anular e massacrar. Trabalho essencial é o trabalho de existir livremente; é o trabalho de enfrentar a tirania de quem quer decidir por você o que é a sua essência. Jovem Pan

Polícia Federal conclui 1ª fase da Operação Fusarium com a erradicação de 344,6 mil pés de maconha no Sertão pernambucano


Policiais federais lotados na Delegacia de Salgueiro concluíram essa semana a 1ª fase da “Operação Fusarium”, visando reduzir a produção e oferta de maconha no Sertão pernambucano.

A ação aconteceu de 24 de fevereiro a 3 de março, resultando na apreensão de 584 kg de maconha pronta para o consumo e erradicação de 344,6 mil pés do entorpecente.

Os policiais receberam apoio de policiais militares de Pernambuco e do Distrito Federal, policiais civis de Pernambuco e bombeiros de Pernambuco e da Paraíba. Foram usados dois helicópteros, um da CAOP (Coordenação de Aviação Operacional) da Polícia Federal e outro da Polícia Militar do DF.

As equipes localizaram e destruíram 87 plantações e aproximadamente 53 mil mudas de maconha. Incursões foram realizadas por vias aéreas, terrestres e fluviais. Via Chico Gomes 


Com foco na Copa do Brasil e com reservas, Sport visita CRB pelo Nordestão


Uma vitória, um empate e uma derrota. Estes são os dados do Sport neste início de temporada. Após o desgastante término de Campeonato Brasileiro, o Leão ainda caminha devagar nas competições iniciadas em 2021. Entretanto, para não se complicar na Copa do Nordeste, o clube pernambucano visita o CRB, às 16h, deste sábado (6), em Maceío, no estádio Rei Pelé, atrás de seu primeiro triunfo no certame regional. Ao ficar na igualdade com o Sampaio Corrêa na estreia, o Rubro-negro chega ao encontro, válido pela 2ª rodada, dividindo a 4ª posição com o CSA, no Grupo B.

Apesar de ter a Copa do Nordeste como prioridade neste primeiro semestre, o Sport encara o CRB com a cabeça no duelo decisivo da Copa do Brasil. Na quarta, o Leão visita a Juazeirense/BA, buscando encerrar o péssimo retrospecto recente no mata-mata nacional, onde caiu na primeira fase nas duas últimas aparições. No intuito de evitar mais um vexame e de olho na premiação, o Rubro-negro optou por não levar o que tem de melhor para Alagoas. Após retornarem do período de descanso, os principais nomes do elenco seguem em preparação para o confronto do meio de semana. 

Assim, a expectativa é que Jair Ventura aproveite o embate com o Galo da Pajuçara para seguir observando o time reserva leonino. O treinador deve repetir a base que empatou com o Sampaio Corrêa, na semana passada, e que acabou derrotada para o Salgueiro, no último meio de semana, na Ilha do Retiro, pela 2ª rodada do Estadual.

Apesar do revés ante o Carcará, nomes como Ewerthon, Gustavo e Mikael tiveram boas apresentações e a tendência é que possam figurar entre os titulares no encontro disputado em Maceió. Aliás, utilizar mais os pratas da casa tem sido um pedido constante do torcedor rubro-negro, que se mostrou satisfeito com os jovens revelados no clube, na estreia do Estadual. 


CRB

Comandado por um velho conhecido do futebol pernambucano, o CRB também busca sua primeira vitória na Copa do Nordeste. No meio de semana, o time de Roberto Fernandes visitou o Fortaleza e foi derrotado pelo placar de 1x0, na Arena Castelão.

Apesar do resultado negativo, a apresentação na etapa final, com quatro atacantes em campo, deixou o treinador satisfeito. Perante o time da Praça da Bandeira, a expectativa é que Diego Torres, Luidy, Hyuri e Lucão possam ser usados juntos desde o início no Rei Pelé. Folha PE 




Guedes anuncia antecipação de 13º de beneficiários do INSS


Pelo segundo ano consecutivo, os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) receberão o décimo terceiro salário de forma antecipada, disse há pouco o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo o ministro, a medida só vai ocorrer depois da aprovação do Orçamento Geral da União deste ano.

“O abono salarial já foi antecipado. Agora, assim que aprovar o orçamento, vai ser antecipado o décimo terceiro justamente dos mais frágeis, dos mais idosos, como fizemos da outra vez”, disse o ministro. No ano passado, os beneficiários do INSS tiveram o décimo terceiro antecipado para abril como medida de ajuda à população mais afetada pela pandemia de covid-19.

O ministro deu a declaração após reunião com o deputado Daniel Freitas (PSL-SC), relator da proposta de emenda à Constituição (PEC) Emergencial na Câmara dos Deputados. Aprovado ontem (5) em segundo turno pelo Senado, o texto foi encaminhado para a Câmara, onde deve ser votado na próxima semana.

Guedes também anunciou que pretende reeditar o programa de suspensão de contratos e de redução de jornada (com redução proporcional de salários) que vigorou no ano passado. “O BEm, que é o programa de preservação de empregos, já estão sendo disparadas as novas bases. Então, tem mais coisa vindo por aí”, acrescentou Guedes.

Chamado de Benefício Emergencial (BEm), o programa prevê que o trabalhador com contrato suspenso ou jornada reduzida receba a parcela do seguro-desemprego a que teria direito se fosse demitido em troca do corte no salário. Em troca, o empregador não pode demitir o trabalhador após o fim da ajuda pelo tempo em que o trabalhador recebeu o BEm.

Vacinação

Guedes voltou a defender a vacinação em massa como a principal medida para salvar a economia e não respondeu a perguntas sobre uma eventual ampliação do Bolsa Família.

“O grande desafio é a vacinação em massa. Na saúde, nós precisamos avançar rapidamente para não derrubar a economia brasileira de novo. Além da dimensão humana, das tragédias, das famílias, tem o perigo de derrubar a economia de novo e aí você agudiza todo o problema brasileiro”, declarou. "Agora é saúde, vacinação em massa, não vamos falar de Bolsa Família agora.”

PEC Emergencial

Em relação à PEC Emergencial, o deputado Daniel Freitas disse que não pretende alterar o texto aprovado pelo Senado para acelerar a tramitação da proposta. Ele afirmou que apresentará uma minuta do relatório na próxima segunda-feira (8).

“O Brasil tem pressa, a urgência dessa matéria é evidente e precisamos dar celeridade no processo. Qualquer alteração na PEC faz o Brasil atrasar, portanto, vamos discutir e conversar e tentar acelerar o mais rápido possível a aprovação dessa PEC”, comentou o relator da proposta na Câmara. Agência Brasil 

sexta-feira, 5 de março de 2021

Confira as oportunidades de emprego em Salgueiro nesta sexta-feira (05)

Salgueiro
Contato: (87) 3871-8467

Vagas disponíveis

Vagas Função Escolaridade Experiência Salário Observações
01 Auxiliar administrativo Médio Completo 6 Meses CTPS R$ 1.100,00
03 Vendedor interno Médio Completo Não Exigida R$ 1.100,00
02 Vendedor Pracista Não Exigida 6 Meses Não Informado
02 Vendedor Pracista Médio Completo 6 Meses Não Informado
01 Vendedor pracista Médio Completo Não Exigid. G1

Homem tenta matar irmã a facadas em bairro de Serra Talhada e depois ameaça se jogar de prédio

Uma confusão na madrugada agitou o bairro da Cohab, em Serra Talhada, nessa quinta-feira (4). Um homem embriagado tentou esfaquear a própria irmã, após uma discussão, e só não conseguiu porque o esposo da mesma impediu o agressor, que estava bêbado. Ele quebrou uma medida protetiva em seu desfavor, por volta das 02h40.
Mas a confusão estava apenas começando. Logo em seguida, o homem subiu para o último andar de um prédio de cinco andares, ao observar que a polícia tinha chegado ao local, após ser acionada.
Ele avisou que iria se jogar, caso os policiais se aproximassem, e até ficou segurando na marquise com as mãos, e o corpo de fora. Durante este período, uma equipe da PM conversava com o indivíduo tentando convencer a não pular, e uma outra equipe agiu rápido, conseguindo puxa-lo para cima do prédio e imobiliza-lo. Logo em seguida, o rapaz foi conduzido para delegacia de policia local. Farol de Notícias 

Operação policial cumpre 19 mandados de prisão e 22 de busca e apreensão expedidos pelas comarcas de Petrolândia e Salgueiro

Uma organização criminosa responsável por crimes de latrocínio e roubo qualificado está sendo desarticulada pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira, 5. A corporação deflagrou a ‘Operação Tártaro’ com objetivo de cumprir 19 mandados de prisão e 22 de busca e apreensão emitidos pelas 1ª e 2ª varas da Comarca de Petrolândia e pela Vara Criminal da Comarca de Salgueiro.
Segundo a polícia, as investigações começaram em julho de 2019, comandadas pelos delegados Dark Blacker de Andrade e Edvaldo dos Santos Veiga Júnior, com coordenação do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (DEPATRI).
Os mandados são cumpridos por 80 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, quatro policiais militares da 1ª CIPM, 34 policiais civis da Bahia e 14 policiais rodoviários federais. Detalhes sobre a operação serão informados posteriormente pela assessoria da Polícia Civil. Via Chico Gomes 

quinta-feira, 4 de março de 2021

PERNAMBUCANO: Em tarde de empates, só o Salgueiro vence

Recife, PE, 03 (AFI) - O início da segunda rodada do Campeonato Pernambucano foi marcado por uma tarde de empates. Em Caruaru, o Central-PE saiu atrás, mas reagiu e conseguiu buscar um ponto diante do Santa Cruz-PE. Em Afogados da Ingazeira, o Afogados-PE ficou no 1 a 1 com o Retrô Brasil. A noite, o atual campeão Salgueiro-PE venceu o Sport em plena Ilha do Retiro.
TUDO IGUAL!

Às 16h, dois jogos abriram a rodada e ambos terminaram com o mesmo placar: 1 a 1. No Luiz Lacerda, em Caruaru, o Santa Cruz saiu na frente do Central-PE com gol de Eduardo, mas no segundo tempo, Júnior Lemos deixou tudo igual.

No Vianão, em Afogados da Ingazeira, quem saiu na frente foi o Afogados, mandante. Aos 5 minutos, Índio abriu o marcador para a Coruja. Contudo, ainda no primeiro tempo, Mayco Félix deixou tudo igual no Vianão.

NO FINZINHO!

Fechando os jogos do dia, o Sport recebeu o Salgueiro na Ilha do Retiro, às 18h. Num início de jogo movimentado, os dois clubes marcaram: aos 13 minutos, Mikael aproveitou erro na saída de bola e fez um golaço para o Sport. Aos 16, Leozão marcou de cabeça e deixou tudo igual. Quando o empate parecia sacramentado, aos 50 minutos, Raimundinho fez o tento da vitória do Carcará.

PRÓXIMOS JOGOS

A segunda rodada do Campeonato Pernambucano será encerrada neste domingo (7). Dois jogos fecharão os confrontos. No Lacerdão, em Caruaru, o Sete de Setembro recebe o Náutico, e busca os seus primeiros pontos na competição.

CONFIRA OS RESULTADOS DA 2ª RODADA
Central-PE
1
x
1
Santa Cruz
Afogados-PE
1
x
1
Retrô Brasil
Sport
1
x
2
Salgueiro-PE
PRÓXIMOS JOGOS
Sete de Setembro-PExNáutico
07/03/2021 00:00
VitóriaxVera Cruz-PE
07/03/2021 16:00
Próxima Rodada

WhatsApp adiciona recurso de chamadas de voz e vídeo em versão desktop Chamadas serão processadas com encriptação de ponta a ponta


O WhatsApp anunciou nesta quinta-feira (4) que lançou um recurso de chamadas de voz e vídeo na versão do aplicativo para computadores de mesa.

A companhia, controlada pelo Facebook, afirmou que as chamadas serão processadas por sistema de encriptação de dados de ponta a ponta.

O anúncio deve colocar o WhatsApp como um novo rival aos sistemas de videoconferência oferecidos por empresas como Microsoft, Google e Zoom, mas não ficou claro se a empresa pretende competir neste segmento. Agência Brasil 

Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog

Blogroll

Popular Posts